Gmail ganha ferramenta de agendamento de envios e novidades em IA

Por Wagner Wakka | 01 de Abril de 2019 às 11h31
Divulgação/Google
Tudo sobre

Google

Saiba tudo sobre Google

Ver mais

A Google anunciou nesta segunda-feira (1) que está fazendo mudanças no Gmail. O serviço completa 15 anos de existência hoje e, por isso, a companhia escolheu a data para acrescentar as novidades. Entre elas, o destaque vai para a possibilidade de poder agendar o envio de e-mails.

Graças a ela, agora é possível escrever um e-mail e deixar para fazer o envio dele depois. A funcionalidade já havia sido anunciada em rumor, quando apareceu nas linhas de código do app para Android.

A proposta, segundo o diretor do G Suite da Google, é deixar o e-mail mais próximo com o caráter global dos trabalhos atuais. Caso você tenha ficado até tarde e queira mandar um e-mail para alguém, pode escolher agendar para a manhã do dia seguinte e não correr o risco de atrapalhar o descanso da outra pessoa.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Nova opção aparece ao lado do botão de enviar (Foto: Divulgação/Google)

Para isso, há apenas uma nova opção ao lado do botão de envio que permite indicar o horário em que você quer mandar o e-mail. Embora a Google não informe isso, a análise do código-fonte do programa mostra que o rascunho é enviado para a nuvem, para que o usuário não precise estar conectado no momento do envio.

Mais inteligente

A Google também promete que o Gmail agora está mais inteligente. Umas das funções do serviço é tentar agilizar o processo de criação de uma mensagem sugerindo um texto para que você não tenha sempre que escrever tudo.

Por exemplo, quando você coloca em um e-mail “entregue no meu endereço”, o próprio programa já completa automaticamente com a descrição da sua rua.

Sistema é capaz de sugerir para completar a informação sozinho (Foto: Divulgação/Google)

A tecnologia foi apresentada no Google I/O do ano passado e passa ser implementada efetivamente agora nesta nova versão do Gmail. A empresa explica que isso não significa que o programa está “lendo” seus e-mails, mas funciona apenas como um sistema de sequenciamento de termos, como acontece no teclado do Android, por exemplo.

O sistema é capaz de criar uma frase com latência de até 100 ms de acordo com a conexão à internet e dispositivo do usuário.

Dinâmico

Outra mudança apresentada pela Google é de que o e-mail vai passar a ser mais dinâmico. Isso significa que ele vai conversar mais com outros apps nativos da própria empresa. Na semana passada, ela anunciou que desligaria a funcionalidade de IFTTT, ferramenta que permitia que programas terceirizados pudessem responder a comandos do Gmail. Por exemplo, adicionar uma tarefa no Todoist usando uma extensão no e-mail.

Programa agora tem maior integração dom o Drive (Foto: Divulgação/Google)

Agora, ela anuncia que estes serviços dela vão manter em funcionalidade, sendo que algumas funções devem ser ampliadas. Por exemplo, se uma pessoa faz um comentário dentro de um texto do Google Docs e você é alertado por e-mail, não precisa mais entrar no arquivo para responder. O próprio Gmail já cria um cartão dentro da mensagem, permitindo responder sem precisar abrir um novo programa.

Esta funcionalidade com o Drive é expandida a todos os serviços da plataforma de nuvem da Google.

As novas funcionalidades do Gmail ainda não está disponíveis para todo mundo, mas devem chegar em breve.

Fonte: Google Blog

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.