Siga o @canaltech no instagram

Transição de carreira na era digital: o que você precisa saber!

Por Andrea Tedesco | 23 de Janeiro de 2019 às 22h30

O mundo está em constante transformação. Porém, nunca havia mudado em uma velocidade tão rápida quanto nos dias de hoje! Alteramos não só a forma como nos relacionamos com as pessoas, como também o jeito de levar a vida profissional: seja na hora das empresas recrutarem pessoas ou até mesmo a forma como os candidatos passam por processos seletivos. Tudo mudou. Com isso, surgiram novas carreiras, novos caminhos e profissões que antes não existiam.

É natural que, ao longo de tanta transformação, as pessoas se questionem mais e busquem derrubar muros entre a vida pessoal e vida profissional para focar em gestão de vida e carreira como algo unificado e interligado. Surgem, então, dúvidas como Qual é o meu real propósito profissional? Por que meu salário é tão injusto? O que me prende neste trabalho? Tenho medo de perder o emprego? Gosto do que faço? É aí que a ideia de mudar de área e começar a trilhar um novo caminho começa a aparecer. Mas como fazer essa transição de carreira?

Primeiro, é importante entender os motivos pelos quais você deseja fazer essa mudança e olhar primeiro para dentro de si. Segundo, é necessário analisar o mercado e perceber quais são as oportunidades que conversam melhor com o que você já desenvolveu. Para finalizar, é importante ter apoio profissional de qualidade, com instituições que estejam conectadas com as necessidades desse novo mundo para saber como desenvolver esse plano ou até mesmo para aprender a construir um.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Existem 6 passos simples que você pode começar a fazer em casa para montar seu plano de transição de carreira. Atenção: o 6º é a dica de ouro!

  • Passo 1. Entender exatamente os motivos pelos quais deseja realizar essa mudança;
  • Passo 2. Entender e aceitar que para transitar nesse novo mercado, deverá atualizar a sua forma de ver a si mesmo e ao mundo ao seu redor. Novo mindset de crescimento;
  • Passo 3. Compreender o que está acontecendo com o mercado e quais são as novas necessidades de comportamento e conhecimentos técnicos que tenham mais a ver com as habilidades que já possui. Desta forma, fica mais fácil sincronizar competências e criar um novo produto pessoal/profissional;
  • Passo 4. Desenvolver habilidade de aprender a aprender. Em um mundo complexo e volátil, a única certeza que temos é a incerteza. Isso significa que, para mudar de carreira, é preciso entender qual é o seu estado atual e qual estado desejado. Assim, fica mais fácil começar a entender o que significa essa habilidade essencial no mercado atual;
  • Passo 5. Cuidar do seu gerenciamento de carreira. Uma habilidade extremamente fundamental para que você crie novos planos com clareza e que essas escolhas sejam sustentáveis, tornando você um profissional de alta empregabilidade, independentemente da sua senioridade. Quando você gerencia a sua carreira, você cria com clareza o seu estado desejado e quais caminhos precisa criar com clareza, foco, disciplina e prazos a fim de atingi-lo com máxima qualidade e de forma sustentável;
  • Passo 6. Estude muito! Escolha uma boa instituição para adquirir a nova competência técnica que escolheu. Em tempos de grande mudanças e novos processos, uma boa escola é aquela que além de oferecer um excelente nível de ensino técnico, proporciona desenvolvimento de competência comportamentais desejadas pelo mercado atual, bem como ações diversas de construção de networking e te ensina como utilizar a sua rede de contatos a favor dos seus projetos (inteligência relacional). Locais que incentivam a troca, o aprender a aprender, contato com possíveis empregadores, ações de desenvolvimento inter e intra pessoal, bem como a criatividade, certamente lhe ajudarão a criar um plano forte e focado em sucesso.

Mas afinal, existe momento certo para mudar de carreira? A resposta é sim! O momento ideal é quando você sentir que os caminhos pelos quais está seguindo hoje (carreira = caminho) não fazem mais sentido com a expressão da sua verdade e do seu propósito. Isso vale para um recém-formado ou mesmo para um engenheiro na faixa de 50 anos que quer buscar novas oportunidades no mercado.

É importante aproveitar as oportunidades que o mercado oferece. Por estarmos vivendo em um mundo digital e todo conectado, o mercado de tecnologia está muito aquecido e promete ser promissor para 2019. Sem dúvida, quem entender verdadeiramente o processo de transformação em que vivemos verá na tecnologia a grande necessidade de sobrevivência no mercado.

Por fim, para evitar uma possível frustração durante ou depois da transição a palavra de ordem é planejamento. Sem entender as razões e sem planejar seus passos com disciplina, foco e administração, a chance de frustração pode ser grande. Administrar a sua carreira após a transição continua sendo fundamental para que mantenha o seu nível de empregabilidade em alta. Você acompanha o que vem acontecendo com você e com o mercado, para que alinhe expectativas e desenvolvimento contínuo.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.